Desenvolvendo a Auto-Estima (Parte I)


Por muitos pedidos, estarei postando no Blog, uma série de textos que eu recebi a um tempo atrás, na minha Igreja em uma reunião voltada somente para a vida sentimental... são textos super interessantes e edificantes. Ainda mais que trata da área da nossa vida em que mais precisamos da ajuda de Deus.
Espero que vocês gostem e espero mais ainda que esses textos possam estar ajudando muitas de vocês, afinal, o assunto é tratado diante da palavra de Deus!
__________________________________________________

“Eu sou morena, porém formosa, ó filhas de Jerusalém, como as tendas de Quedar, como as cortinas de Salomão”. (Cantares 1:5 e 2:1)

I) Definição de Auto-estima:
Auto-estima é a avaliação que a pessoa faz de seu valor, competência e significado.
Auto-imagem é a idéia que fazemos de nós mesmos. É a atitude de estar satisfeito com a sua vida e sua identidade.
Auto-aceitação não é um mero sentimento que oscila entre às vezes se sentir bem e outras vezes se sentir mal. O sentimento de auto-estima é algo mais profundo. É uma atitude que nos norteia, dando óculos emocionais através dos quais enxergamos a vida toda. Se nos aceitamos, normalmente enxergamos a vida de forma positiva. Se não nos aceitamos, normalmente enxergamos a vida de forma negativa e pessimista.

II) Paulo nos ensina, em Filipenses 4:11b-13, três fatores imprescindíveis quanto ao viver com qualidade
1. A atitude de estar contente foi aprendida. Não é automática. Desenvolver a auto-estima de forma sadia requer esforço e desenvolvimento espiritual.
2. Em segundo lugar, precisamos adaptar-nos. Ele diz: “Aprendi a adaptar-me...” Se formos rígidos, dogmáticos, inflexíveis ou perfeccionistas, teremos dificuldades em desenvolver a nossa auto-imagem.
3. Em terceiro lugar, o contentamento de Paulo expressa uma dependência total de Deus. O apóstolo não se coloca como um super-homem, sua atitude de contentamento acontece porque ele tudo pode nAquele que o fortalece: Jesus. Para Paulo e para nós, Cristo em nosso interior (Colossenses 1:27) determina nossa atitude de contentamento e aceitação.

III) A Bíblia enfatiza o valor humano aos olhos de Deus
1. Fomos criados à imagem e semelhança de Deus (Gênesis 1:27);
2. Fomos criados com capacidade intelectual (Gênesis 2:19);
3. Fomos criados com capacidade de nos comunicar;
4. Fomos criados com liberdade de fazer escolhas (Gênesis 3:2-6);
5. Fomos criados para dominar sobre o resto da criação (Gênesis 1:28);
6. A Bíblia nos descreve um pouco menores que os anjos (Salmos 8:4-5).

IV) Os efeitos da baixo Auto-estima
Pessoas com problemas de auto-aceitação tendem a:
1. Isolamento;
2. Impotência para superar deficiências;
3. Dificuldades para se relacionar com as pessoas;
4. Ser superdependentes;
5. Insegurança;
6. Não gostar de si mesmas;
7. Queixar-se;
8. Não saber perder;
9. Não se preocupar com a aparência.

__________________________________________________
Amanhã estarei dando continuidade a esse Estudo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fico muito feliz quando você deixa um comentário:

Venha nos acompanhar...