Afinal! O que é AMAR? (Parte II)

O grande exemplo do amor vem de Deus, que nos ama além do que merecemos, recebendo em troca bem menos do que merece. É a essência de Deus. Ele é amor.

3. É ser para quem se ama melhor que o mais sonhado.
Há um momento em que Ana se desespera. Ela quer filhos e eles não vêm. O seu sonho maior não se realiza.

Quem teve um grande sonho, e não o viu concretizado, sabe o que Ana sentia no coração. Para aumentar ainda mais a sua tristeza, a outra desfilava diante dela a sua alegria: os filhos, que era o desejo mais profundo de Ana. É nesse momento que Elcana, seu marido intervém, dizendo: “Não te sou eu melhor do que dez filhos”.

Não penso que Elcana estivesse sendo pretensioso quando falou essas coisas. O relato já nos mostra anteriormente como, a despeito da esterilidade de Ana, ele a amava e dava a ela a distinção devida.

Portanto, não é com presunção, mas com convicção que ele afirma ser para ela dez vezes melhor do que o sonho maior de sua vida, um filho.

Amar é ser para o outro melhor do que o desejo mais profundo do coração, o maior desejo do nosso ser, e que é tudo o que mais sonhamos.


4. É ser solidário e compreensivo quando necessário.
Mas Deus em sua misericórdia concede o desejo de Ana: um filho. É nesse momento que Elcana demonstra mais uma vez o seu amor. Ele é solidário e compreensivo quando ela diz que não subirá com ele ao Santuário enquanto a criança não estiver desmamada. Isso levaria uns três anos. Ele é compreensivo com ela quando diz: “Faça o que achar melhor...”.

Lendo o texto, hoje, não compreendemos a riqueza do que isso significa. Aquela era uma época patriarcal, os direitos do homem dentro da casa eram absolutos e inquestionáveis. Uma mulher ter vontades e ser compreendida não era algo comum.

Depois que o menino é desmamado, ela o leva para viver na Casa de Deus. Mais uma vez Elcana demonstra compreensão e solidariedade. Não se percebe no texto contrariedade, nem objeção.

Imaginem a dramaticidade daquele momento para Ana, por estar levando o seu filho para longe dela, para viver na Casa do Senhor. Elcana está do seu lado, ele a apóia, a compreende, porque ele a ama.

Conselhos:

  • Haverão momentos decisivos na vida de vocês, momentos dramáticos, em que o peso da decisão será muito grande e o gesto de apoio e carinho, a companhia e o ombro amigo serão mais do que necessários.

  • Amar não é apenas estar ao lado nos momentos fáceis, nos momentos de calmaria, mas nos momentos de tempestade.

  • É estar junto, compreensivo e solidário nas horas difíceis.
(Fonte: Reunião da família na IURD)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fico muito feliz quando você deixa um comentário:

Venha nos acompanhar...