Mulheres do Caminho

"Todos estes morreram na fé sem ter obtido as promessas... mas agora aspiram uma pátria superior, isto é, celestial. Por isto, Deus não se envergonha deles, de ser chamado o seu Deus, porquanto lhes preparou uma cidade." (Hb 11:13-16)

Tem uma frase da Madre Tereza de Calcutá que falou muito ao meu coração. Ela diz:

"Se você for bom, as pessoas o acusarão de ter motivações egoístas; seja bom assim mesmo. O bem que você fizer hoje, a maioria das pessoas esquecerá; faça o bem assim mesmo; Dê ao mundo o melhor que você tem e talvez nunca seja o bastante; dê o seu melhor assim mesmo. No final das contas, é entre você e Deus e não entre você e as pessoas."

Essa é uma boa definição do que é viver por fé. Quando fazemos o certo, apesar das críticas, adversidades e circunstâncias não favoráveis, é porque sabemos que estamos fazendo para Deus e dizendo a Ele que cremos em Sua soberania, apesar do que diz o homem.

O capítulo 11 de Hebreus é citado sempre como a galeria dos heróis da fé, e lá encontramos pessoas que foram mortas ao fio da espada por declararem sua fé. Estas pessoas não morreram tendo desfrutado do que lhes havia sido prometido mas, ainda assim, morreram crendo.
Elas só conseguiram isto porque enxergaram a uma longa distância... a fé manteve o foco destas pessoas.
Às vezes a fé é um meio de mudança, outras vezes de sobrevivência. E muitas vezes a fé é mais aperfeiçoada quando não ocorre nenhuma mudança.

A fé nos sustenta quando precisamos ver o que já se extinguiu, quando circunstâncias adversas cruzam nossos caminhos e não conseguimos uma explicação. Quando parece que a vida não faz mais sentido.

Mesmo quando tudo está escuro e nebuloso, pela fé podemos confiar no caráter e nos planos de Deus, podemos confiar em quem Ele é e no que Ele faz. É aí que a fé nos faz continuar caminhando.

Através do capítulo 11 de Hebreus, podemos alimentar nossa fé vislumbrando histórias de pessoas que venceram apesar das circunstâncias. Mas hoje também conhecemos pessoas que podemos chamar de heróis da fé, e nos ensinam este caminho. Pessoas como nossa irmã Ratna que hoje descansa no Senhor, e que em sua vida cristã conseguiu enxergar além do que os olhos humanos podem ver, e confiou plenamente no Senhor quando as circunstâncias quiseram lhe dizer que a vida não teria mais sentido. Ela viveu Romanos 8.28 que diz "todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus e que são chamados segundo o Seu propósito."

Clique aqui para ler a história de vida de Ratna. E se você está se sentindo enfraquecido na fé, sustente-se no testemunho desta mulher.
Fonte: Elizabeth Banov
www.portasabertas.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fico muito feliz quando você deixa um comentário:

Venha nos acompanhar...