Uma lista de idéias práticas que irá ajudar você na escolha do seu futuro Cônjuge

Toda escolha importante na vida é sempre muito difícil, isso porque se errarmos, os prejuízos podem ser irreparáveis. Uma das escolhas mais importantes na vida de uma pessoa é a do futuro cônjuge.

Eis então, uma lista de idéias práticas que podem auxiliar todos aqueles que desejam começar um relacionamento debaixo da benção de Deus:
  • Fazer uma lista das qualidades desejáveis no futuro cônjuge. Essa lista deve ser dividida em duas partes:
    1. Qualidades essenciais
    2. Qualidades desejadas (opcionais)
  • Estabelecer um “pacto de namoro”. O ideal é que seja um relacionamento onde haja aprovação familiar. O relacionamento deve incluir padrões de namoro, traçar o tipo de envolvimento esperado entre qualquer namorado, a relação deve caminhar em direção ao casamento.
  • Permitir que os pais sejam os “guardiões” do seu coração. Em Provérbios 4:23 e 23:26 falam da importância do coração, e da necessidade de guardá-lo puro. Deus constitui os pais como protetores do coração de seus filhos. Parte fundamental desta “vigia” do coração dos filhos pelos pais, inclui o exemplo de pureza moral dos pais, especialmente dos hábitos de entretenimento (filmes, programas de TV, revistas, Internet, etc.) As ações dos pais falam mais alto que suas palavras.
  • Confiar na opinião da sua família e amigos chegados, Provérbios nos lembra de que há segurança na multidão de conselheiros sábios - pessoas que nos conhecem, mas também conhecem a Deus (Provérbios 11:14; 15:22, 24:6). Infelizmente muitas pessoas ignoram o conselho de seus amigos, irmãos – justamente as pessoas que melhor os conhecem. Tragédias no casamento são o resultado freqüente da indiferença em relação aos conselhos que poderiam ajudar.
  • Procurar o acompanhamento de um casal mais maduro.
  • Procurar um “estágio” dos “interessados”. O “estágio” nada mais é do que tempo investido por cada pessoa (de preferência, depois do noivado) na casa do outro. O propósito é de conhecer tão de perto quanto possível os gostos, as tradições, os maneirismos, em resumo saber qual a cultura dessa outra família.
Conselho:

Imponha limites no relacionamento: o namoro moderno, segundo o ponto de vista mundano, está deformado e nele intimidade sexual ou práticas que levam a uma intimidade cada vez maior são normais, mas o namoro do cristão não deve ser assim!

Deus criou o sexo para ser praticado entre duas pessoas que se amam e tem em si um compromisso permanente. É uma benção para ser desfrutada plenamente dentro do casamento; fora dele é impureza.

Promova o diálogo: conversar é essencial. Estabeleça uma comunicação constante, franca e direta e não evite conversar sobre nenhum assunto.

Seja romântico: a convivência a dois deve ser marcada por gentileza, cordialidade e romantismo. Isso não é cafona, nem é coisa do passado, e traz brilho ao relacionamento.

Mantenha a dignidade e o respeito: o namoro equilibrado tem um tratamento recíproco de dignidade, respeito e valorização. O respeito é imprescindível para um compromisso verdadeiro e duradouro. Desrespeito é falta de amor.

Fonte: Reunião da Família  na IURD

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fico muito feliz quando você deixa um comentário:

Venha nos acompanhar...