Casais Ungidos para Conquistar


A igreja do Senhor Jesus tem vivido um tempo de resgate e de conquista, tem recebido estratégias no sobrenatural de Deus.

A cada dia Deus quer fazer acontecer algo novo em nossas vidas, pois não quer que andemos conformados com a mesmice. Ele quer nos restaurar em todas as áreas para nos usar como instrumento para resgatar milhares de famílias.

Desde o princípio da criação, vemos o quanto Satanás tem trabalhado para macular a família. Basta olharmos para a história de Adão e Eva. Quando Deus os criou, observamos o cuidado que Ele teve em todas as coisas, preocupando-se com os mínimos detalhes.

Antes de formar o homem e a mulher, Ele preparou todo um ambiente para recebê-los. E só depois Deus formou o homem e o colocou no Jardim do Éden, oferecendo o paraíso e fazendo apenas uma objeção a ele: que comesse de tudo, exceto um determinado fruto. E apesar do homem estar muito bem localizado, lhe faltava algo. Então, Deus criou a mulher, fê-la do homem e a criou com o propósito de ser uma auxiliadora, uma companheira que lhe ajudaria em tudo. Ao ver Eva, Adão muito se alegrou; ele não tinha palavras para expressar toda a sua perplexidade.

Mas Satanás usou de astúcia e envolveu a mulher através da mentira para colocá-la em cativeiro, para que não despontasse em sua liderança. Eva deu ouvidos a serpente e não apenas comeu do fruto, como fez com que seu marido também comesse. Aqui vemos o poder de persuasão da mulher. É como a Bíblia diz: “Toda mulher sábia edifica a sua casa; a insensata, porém, derruba-a com as suas mãos”. (Pv 14:1)

Assim como Satanás usou a mulher para estabelecer a desobediência, Deus quer a partir de hoje quebrar os grilhões para usá-la debaixo de uma unção sobrenatural de conquista e autoridade e o diabo verá que a mulher cumprirá o projeto para o qual foi criada. Sobre a mulher há uma bênção especial. Ela é restauradora e conquistadora de vidas.

A Palavra de Deus tem restaurado mulheres colocando-as ao lado do marido, ensinando-as a caminhar com ele, de onde elas nunca deveriam ter saído e os dois juntos conquistam o sobrenatural, alcançando assim o nivelamento ministerial.

Deus não quer a mulher apenas como intercessora, nos bastidores, mas quer entregar a elas o domínio da Palavra, para que levem uma vida de santidade no falar, vestir, sonhar e no tudo mais que Ele tem para oferecer.

Para que isso aconteça é necessário que a mulher decida crucificar as obras da carne para andar cheia do poder do Espírito Santo. E então, muitas mulheres que antes olhavam para  o esposo e se sentiam incapazes, descobrirão que é chegado o tempo da sua libertação e verão e contemplarão o milagre de Deus em suas vidas. O medo, a insegurança, a vergonha, a timidez... todas essas fortalezas serão destruídas e as mulheres poderão crescer extraordinariamente.

Pra. Claudia Ayub - MIR

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fico muito feliz quando você deixa um comentário:

Venha nos acompanhar...