Prisão do QUERER

Esse texto foi cedido pela minha grande amiga Patrícia Teixeira...

Queridas amigas... Quanto tempo não escrevo a palavra da semana mas hoje gostaria de dividir um texto de um livro de MAX LUCADO chamado "Aliviando a Bagagem". O texto fala da PRISÃO DO QUERER confesso que essas palavras saltaram aos meus olhos e me mostraram realidades no meu interior que precisam ser modificadas por Jesus. Aqui aprendo que preciso ser menos egoísta, menos egocêntrica olhando menos para os meus problemas e abençoando mais as pessoas, menos vaidosa, a controlar minhas vontades. Preciso doar tempo para pessoas, abraçar mais, ser generosa. Me desapegar das coisas, títulos, dos meus achismos, do meu mal humor. Para ser parecida com Cristo mudanças profundas no meu caráter precisam acontecer, mas que Ele então me transforme...

Fiz algumas adaptações...



       Venha comigo à prisão mais populosa do mundo. A instituição tem mais ocupantes que beliches. Mais prisioneiros que pratos. Mais residentes que recursos.

        Nenhuma prisão é tão populosa, nenhuma é tão opressiva, e, além disso, nenhuma é tão permanente. A maioria dos ocupantes nunca sai. Eles nunca escapam. Nunca são soltos. Eles cumprem uma sentença de vida nesta abarrotada e mal-provida instituição.
        O nome da prisão? Você o verá na entrada. Em forma de arco-íris, acima do portão, seis letras em ferro fundido expressam-lhe o nome:
                                                       
Q-U-E-R-E-R
        A prisão do querer. Você tem visto seus prisioneiros. Eles estão "em querer". Eles querem alguma coisa. Querem algo maior. Mais bonito. Mais rápido. Mais magro.
       Eles querem. Eles não querem muito, objeta você. Querem apenas uma coisa.  Um novo emprego. Um novo carro. Uma nova casa. Um novo cônjuge. Eles não querem muito. Querem apenas um.
       E quando eles tiverem "um", serão felizes. E eles estão certos – eles serão felizes. Quando eles tiverem "um", sairão da prisão. Então acontece. O cheiro de carro novo passa. O novo emprego fica velho. O vizinho compra uma televisão maior. O novo cônjuge possui maus hábitos. As expectativas goram, e antes que se perceba, outro ex-condenado quebra a liberdade condicional e retorna à cadeia.
      Você está na prisão? Se você se sente melhor quando tem mais, e pior, quando tem menos. Se o contentamento é uma libertação remota, uma transferência distante, um prêmio ao longe, ou uma renovação afastada. Se a sua felicidade vem de algo que você deposita, dirige, bebe ou digere, encare os fatos – você está na prisão, a prisão do querer.
        Esta é a má notícia. A boa é: você tem uma visita. E a sua visita tem uma mensagem que pode pô-lo em liberdade. Percorra o caminho até a recepção. Sente-se em sua cadeira, e olhe através da mesa para o salmista Davi. Ele acena para que você se incline à frente. "Tenho um segredo para você", cochicha ele, "o segredo da satisfação"."O Senhor é o meu pastor; nada me faltará". (Salmo 23:1).O que tenho em Deus é maior que o que não tenho na vida".

Acha que você e eu poderíamos aprender a dizer o mesmo?

        Pense por um momento nas coisas que você possui. Pense na casa que você tem, no carro que você dirige, no dinheiro que você guardou. Pense nas jóias que você herdou, nas ações que você negociou e nas roupas que você comprou. Visualize todos os seus bens, e deixe-me dizer-lhe duas verdades bíblicas.
       Seus bens não são seus.       
 Deus não conhece você como o companheiro com o terno elegante, ou a mulher com a casa grande, ou a criança com a bicicleta nova. Deus conhece o seu coração. "O Senhor não vê como vê o homem. Pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração" (I Sm 16.7).
  Posso intrometer-me por um instante? Qual é a única coisa que separa você da alegria? Como você completaria a frase: "Serei feliz quando ........... " ?
Quando eu for curado. Quando eu for promovido. Quando me casar. Quando eu ficar solteiro. Quando eu for rico. Como você completaria esta declaração?
Agora, com a sua resposta firme na mente, responda esta: 

Se você nunca tirar a sorte grande, se o seu sonho nunca se tornar realidade, se a situação nunca mudar, poderá você ser feliz?

Se não, você está dormindo na fria cela do descontentamento. Você está na prisão. E você precisa saber o que você tem no seu Pastor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fico muito feliz quando você deixa um comentário:

Venha nos acompanhar...