No relacionamento não se exige perfeição um do outro

Lei divina diz que homem e mulher devem
compreender os erros um do outro

Quando uma pessoa exige da outra perfeição, normalmente ela é a mais imperfeita. A crítica geralmente parte daqueles que tentam esconder seus recalques. Todos somos cheios de erros, falhas e defeitos... O caráter de nossa natureza é pleno de imperfeições, porém, quando olhamos para o nosso semelhante e observamos suas virtudes, tornamo-nos iluminados e o nosso relacionamento com as pessoas passa a ser do agrado de Deus.

Eu, porém, vos digo que todo aquele que sem motivo se irar contra seu irmão estará sujeito a julgamento; e quem proferir um insulto a seu irmão estará sujeito a julgamento do tribunal; e quem lhe chamar: Tolo, estará sujeito ao inferno de fogo”. (Mateus 5:22)

Se conheço essa Palavra e não a pratico, de que adianta ter o Espírito Santo? Nada! O meu casamento será um fracasso e minha vida cristã também. Pratiquemos aquilo que o Espírito Santo está nos dando e ajamos de acordo com a Sua Vontade! Isso significa praticar e viver pela fé! Nossos semelhantes, principalmente o nosso cônjuge, os filhos, os vizinhos, bem como todas as demais pessoas, receberão benefícios através de nosso testemunho cristão.

A ação do Espírito Santo no cristão não se dá apenas no uso dos dons espirituais considerados visíveis ou audíveis, mas muito mais nos frutos espirituais que denotam o caráter divino. Há os que pensam serem os dons os mais legítimos sinais evidentes da presença do Espírito Santo, e se esquecem de observar os frutos dessa presença: “... amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio”. (Gálatas 5:22)

Fonte: Bispo Macedo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fico muito feliz quando você deixa um comentário:

Venha nos acompanhar...