O Joio e o Trigo


“...O reino dos céus é semelhante a um homem que semeou boa semente no seu campo; mas, enquanto os homens dormiam, veio o inimigo dele, semeou o joio no meio do trigo e retirou-se. E, quando a erva cresceu e produziu o fruto, apareceu também o joio. Então, vindo os servos do dono da casa, lhe disseram: Senhor, não semeaste boa semente no teu campo? Donde vem, pois o joio? Ele, porém, lhes respondeu: Um inimigo fez isso. Mas os servos lhe perguntaram: Queres que vamos e arranquemos o joio? Não! Replicou ele, para que, ao separar o joio, não arranqueis também com ele o trigo. Deixai-os crescer juntos até a colheita, e, no tempo da colheita, direi aos ceifeiros: ajuntai primeiro o joio, atai-o em feixes para ser queimado; mas o trigo, recolhei-o no meu celeiro.”  (Mateus 13:24-30)


O Senhor Jesus é o semeador e as boas sementes são os filhos do Reino de Deus. Quando a pessoa nasce de Deus, e é selada com o Espírito Santo, ela é trigo. Fomos plantados, semeados pelo Senhor Jesus. Já o joio são os filhos do diabo.


Neste mundo existe tanto o trigo quanto o joio. Na hora dos frutos, o trigo é trigo, o joio é joio. Então, você não sabe quem é quem, essa é a mais pura verdade. No dia certo, o joio será amarrado e lançado no lago de fogo, enquanto o trigo será colhido por Deus. O que me dá alegria é que o Senhor Jesus semeou em mim o trigo, e me deu a liberdade de pregar aquilo que a minha inteligência ressalta, o que faz a diferença entre os que são e os que não são.


A luta da pessoa não é contra as enfermidades, os problemas econômicos, familiares ou sentimentais, pois as lutas são estritamente espirituais. Portanto, a pessoa deve olhar para o Autor da fé, porque os problemas têm a finalidade de tirar o foco da fé. Quando alguém dá ouvido à voz da dúvida, certamente colherá todo o mal proveniente dessa dúvida.

Nós conhecemos as pessoas ou conseguimos identificar somente pelos olhos, então quando a pessoa escreve no meu blog, envia mensagens, e faz perguntas logo detectamos se é ou não trigo! Não é que venhamos a fazer qualquer tipo de julgamento, pois eu não sou juiz de ninguém, muito ao contrário, nós trazemos à baila essas situações, justamente para que as pessoas venham a ser conscientizadas da fé; a fé que traz vida e a que traz dúvida, que é a fé negativa. A pessoa crê que amanhã será ruim, então é uma fé negativa.

Uma passagem bíblica distingue o joio do trigo. “Eles serão para mim particular tesouro, naquele dia que preparei, diz o Senhor dos Exércitos; poupá-los-ei como um homem poupa a seu filho que o serve. Então, vereis outra vez a diferença entre o justo e o perverso, entre o que serve a Deus e o que não serve.” (Malaquias 3:17,18).
Mensagem do Bispo Macedo - Fonte Folha Universal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fico muito feliz quando você deixa um comentário:

Venha nos acompanhar...