Aprenda a ter controle sobre suas ações em casa

O ambiente familiar precisa de tranquilidade. Saiba como agir


Para viver em um ambiente com duas ou mais pessoas é preciso haver respeito mútuo, saber o momento certo de expressar as opiniões, qual a melhor maneira de debatê-las e, o mais importante, procurar ouvir com atenção os conselhos sugeridos pelos mais velhos e experientes. E, por mais que não sejam pertinentes para a ocasião, ao menos trate com educação e não com desprezo.

A Palavra de Deus diz:

"Suportai-vos uns aos outros, perdoai-vos mutuamente, caso alguém tenha motivo de queixa contra outrem. Assim como o Senhor vos perdoou, assim também perdoai vós; acima de tudo, que é o vínculo de perfeição." Colossenses 3:13-14

"Pequenas atitudes significativas de educação devem compor o dia a dia dentro de casa. Por mais que esteja chateado ou irritado com algo, é preciso respeitar a todos do lar e vê-lo sempre como um local muito importante, onde não deve ocorrer desavenças entre quem mora ali. Não grite, por mais nervoso que esteja e pior que sejam as circunstâncias. Não profira palavras de agressão e ofensas, pois elas são capazes de deixar marcas", explica a psicóloga Cecília Dias.


Segundo a psicóloga, se não respeitamos uns aos outros dentro da nossa própria casa, que é considerada um local sagrado, não temos como fazer o melhor pelo outros do lado de fora do lar. "É importante saber também que os mais velhos sempre servem de exemplo para os que estão criando sua formação como cidadão, e são tidos como base. Por isso, os pais, avós ou qualquer outro responsável devem ser amorosos uns com os outros dentro de casa e ou qualquer outro local, demonstrar ser uma pessoa agradável, entre outras atitudes positivas", ensina.

Sendo assim, quando vivemos e convivemos com um companheiro ou até mesmo com os pais, o melhor que se tem a fazer é controlar cada reação e emoção diante das adversidades. "Alguma discussão ou outra sempre surge, muitas delas apenas servem como modo de expressar o ponto de vista, mas, se houver respeito tudo pode ser controlado com facilidade. Não é necessário gritar para ser ouvido, controle-se com suas reações. Pense muito bem antes de retrucar ou magoar alguém, pois, por mais que a pessoa queira se redimir, chatear nunca é bom", diz Cecília.

De acordo com a especialista, quanto mais calmo é o ambiente de casa, maiores são as chances propiciadas para que as pessoas tenham resistência de encontrar soluções para os problemas. "Todos sentem-se mais confiantes e diante das situações que exigem maiores recursos, todos conseguem pensar com cautela e encontrar qual o melhor caminho a seguir", diz. Cecília comenta ainda que nos momentos de tensão o ideal é respirar fundo, tirar o problema do foco principal e repensar um tempo a mais, não deixar sair tudo o que vem à mente sem antes analisar cada contraponto.


Por Débora Ferreira / Foto: Thinkstock 
Fonte: Arca Universal

Um comentário:

  1. Já faz um tempinho que sigo seu blog, amo!Esta postagem está maravilhosa precisamos pensar nas nossas atitudes em casa, ainda mais quando temos filhos por perto!Sucesso no Senhor!!!

    ResponderExcluir

Fico muito feliz quando você deixa um comentário:

Venha nos acompanhar...