Não deu tempo, e agora?


Diminua o ritmo e priorize o que realmente é importante
Na agenda a programação para a semana. No celular os lembretes: 2ª – fazer as unhas, sobrancelhas e escovinha às 18h; marcar dentista para esta semana ainda; aula de inglês às 20h; 3ª – pediatra da Aninha às 14h; ir à academia de todo o jeito; passar roupa também e fazer a compra do mês ao final do dia. E assim continua a semana com vários lembretes. Cada dia que passa nós, mulheres, estamos mais atarefadas. E dessa forma estamos vivendo uma vida de pressões, estresse e depressão.
Mas por que se somos cristãs e temos no Senhor a nossa alegria? – Porque queremos dar conta de tudo. Neste ritmo frenético conquistamos muitos bens materiais, cargos e realizamos aspirações profissionais e pessoais. Mas é “de lei”, para investir em uma área é necessário sacrificar outras. Paralelamente estamos mais cansadas para as tarefas de casa, vida em família e responsabilidades de mulher virtuosa. Muitas vezes não honramos nossos compromissos na igreja porque faltou tempo.
Temos priorizado nosso ego e esquecemos que para sermos aprovadas por Deus não precisamos de nem a metade do que estamos fazendo. Precisamos ser fiéis com aquilo que Ele nos confiou e viver a Palavra diariamente. De que adianta ser a melhor na empresa se o seu filho, uma criança inocente, está com problemas na escola, não dorme direito, não consegue se relacionar com os coleguinhas e mal conhece você? E qual a vantagem de ganhar mais dinheiro se para isso você vai chegar tarde em casa e sacrificar seu tempo íntimo com o esposo?
Não há lucro nenhum em viver estudando se para isso a vida com Deus e com os amigos vai ser deixada. Existem desafios sim. Por um período de tempo, teremos que sacrificar algo sim. Mas a Bíblia é certa: “Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.” (Mateus 6.21) Há poucos meses, o Espírito Santo falou ao meu coração enquanto estava estendendo as roupas no varal de casa e pensava sobre a minha vida profissional: “Dinheiro sou eu quem dou e tiro. Mas relacionamentos é você quem conquista.” Então, entendi que enquanto estiver correndo atrás de ganhar mais, e me destacar mais e mais, estarei tentando fazer o que é para Deus fazer. E daquilo que é minha responsabilidade estarei mais distante ainda.
Considerai os lírios, como eles crescem; não trabalham, nem fiam; e digo-vos que nem ainda Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como um deles. E, se Deus assim veste a erva que hoje está no campo e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós, homens de pouca fé?” (Lucas 12.27-28) Não é que você não vai trabalhar, ajudar o seu marido com as despesas ou realizar aspirações, como adquirir bens materiais e cargos profissionais. Mas você vai buscar a moderação. Pois, não é pela sua força, mas pela bondade, misericórdia e permissão de Deus. Jesus acrescenta: “Buscai antes o reino de Deus, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” (Lucas 12.31)
Dessa forma, você não vai ficar desesperada em fazer mil coisas num dia só, e nem descabelar-se ao chegar à conclusão de que não deu tempo para fazer tudo. Pare de assumir compromissos além dos que você precisa. Invista no tempo de qualidade com a sua família. Aliás, Tempo de Qualidade é uma linguagem de amor, com a qual você demonstra para a pessoa que a ama dedicando horas do seu dia para um bom papo, por exemplo. Lembre-se de Maria que preferiu ficar aos pés de Jesus, a preparar o banquete junto com Marta, ela aproveitou o Mestre muito mais de perto.
Diminua o ritmo e priorize o que é realmente importante: Deus, cônjuges, filhos, pais, irmãos, amigos, igreja etc. “Seja a vossa moderação conhecida de todos os homens. Perto está o Senhor.” (Filipenses 4.5) 
By: Stephanie Zanandrais (stephanie.zanandrais@lagoinha.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fico muito feliz quando você deixa um comentário:

Venha nos acompanhar...