Príncipes existem...


Príncipes existem... por causa das Rainhas!

Nos dias de hoje, os príncipes são chamados de Sacerdotes do Rei!

É aquele Homem que coloca os joelhos no chão e em obediência verdadeira a Deus, buscam orientação para direcionar sua família, “com as lâmpadas nos seus pés, os caminhos se tornam luz”. Ore para que ele te encontre, pois nesse momento, esse Homem de Deus, entrega no altar as tuas características, teu cheiro, tua gargalhada, a cor dos seus cabelos, o teu humor, o tamanho certo do frasco de sua dependência na fragilidade de mulher, ele conta os segredos dos teus desejos, aqueles mesmos, que você conta sozinha no quarto ao Pai.

Não se trata de um conto de fadas, trata-se de uma realidade vivenciadas por muitas mulheres de testemunho forte em resposta de oração.

Eu sei que ele existe, até então, não o encontrei, porque me deixei enganar pela pressa, pelo medo da demora.  Pelos padrões de beleza, aceitação que me é imposta pela mídia, pelo social bairrista, pela pequenez dos meus entendimentos e visões distorcidas.

Mas as princesas crescem e se tornam rainhas! Só nos tornamos rainhas, quando o nosso Rei se revela como um Marido, Provedor, Salvador e Pai amoroso.


As rainhas não negociam suas determinações, propósitos e metas. Objetivando as suas ações no alvo a ser atingido.

A força de uma rainha está na submissão na espera em Deus pelo seu príncipe.

A força de uma rainha está em observar sua fragilidade, da qual reconhecemos também como feminilidade e a diferença. Não está na influência que uma exerce sobre a outra e sim na conscientização de que agora a princesa não é mais indefesa, não mais desavisada, não mais tão carente assim ao ponto de trocar sua benção por qualquer prato de lentilha.

O que existe são princesas de Deus decididas a não negociar, a não barganhar, não mais na expectativa de ter para fingir ser, não apenas aquilo que caiba mais em seus sonhos ou em seus abraços, mas naquilo em que o Senhor Deus irá confiá-la, pois somente ela tem o poder para ajudar apenas um menino que acredita ser o príncipe, se tornar verdadeiramente um.

Deus nos torna! É Deus que torna sonhos infantis em realidades de adultos maduros nos joelhos que se dobram e que se encontram, pois é o Senhor que faz questão de nos apresentar um ao outro, pois só Ele conhece o segredo de nossas orações, o desnudar da alma de príncipes e princesas.

Nesse meio tempo, a doce espera da paciência que só uma verdadeira rainha tem: - a soberania dada por herança de seu verdadeiro Rei - Jesus Cristo!

By Claudia Echauer

2 comentários:

  1. Obrigado por me ensinar a como ser um principe,agora muito mais vou me esforçar para ser esse homem que uma mulher sonha.

    ResponderExcluir

Fico muito feliz quando você deixa um comentário:

Venha nos acompanhar...